Nada somos

Nada somos.jpg

Se tu passas pela vida

Ou a vida passa por ti

Poderá dizer, eu vivi

Vida descomprometida

 

Mas se ela te agarra

E tu não a deixas fugir

Escutas a vida a rugir

Assim mostras tua garra

 

Não será de conforto

Terás muito que correr

Que a vida é p’ra viver

 

Pois se te fizesses morto

Apenas ficarias a saber

O que seria nunca ser.

publicado por poetazarolho às 23:48 | link do post