Navegar

Navegar.jpg

No mar de dúvidas navega

Quem se propõe navegar

A bom porto nunca chega

O que não se faz ao mar

 

Anda irmão navegador

Empresta o teu coração

Onde embarca tanta dor

Da tu’alma e desse irmão

 

E quando avistarem a luz

Mais a embarcação balança

Que a vaga não se reduz

 

Ao navegar na esperança

Mas por certo com Jesus

É no amor que se avança.

publicado por poetazarolho às 06:49 | link do post