Nuvens no horizonte

 

Portugal um paraíso

De Camões e de fadistas

Seu mar é o improviso

Até possui futebolistas

 

Alguns são bons de bola

Outros da bola não são

Saem animais da cartola

Pura magia e sedução

 

Nação de sol e de mar

Um jardim na natureza

Legado maior na terra

 

Nosso e de quem o visitar

Não lhe cobiço a pobreza

Nem o futuro que emperra.

publicado por poetazarolho às 21:26 | link do post