O poder

O poder.jpg

Eu não sei donde venho

Nem saberei até quem sou

Não importa o que tenho

Nem sequer p’ra onde vou

 

O caminho não desdenho

Só porque alguém o talhou

Nem faço meu o desenho

Pois sei quem o desenhou

 

A vida não sei se é assim

Só porque alguém o diz

Talvez seja doutra maneira

 

Mas tenho cá para mim

Que o poder de ser feliz

É sempre p’rá vida inteira.

publicado por poetazarolho às 23:16 | link do post