Sobretaxados

Sobretaxados.jpg

“Não pergunte inutilmente...”

Senão paga sobretaxa

Siga lesto e em frente

Não seja dos que se agaxa

 

Só paga a triste gente

Que é feita de borracha

Contorce-se inutilmente

Afoga-se na maré baixa

 

Pobre povo tão inútil

Que só serve pra pagar

Mordomias ao burguês

 

Que esbanja no que é fútil

Pois não lhe custa ganhar

Donde trabalharam uns dez.

publicado por poetazarolho às 22:32 | link do post | comentar