Sub-homens

Sub-homens.jpg

Homem é sub produto

Duma vida acelerada

No futuro seu substituto

Não será homem nem nada

 

Mas apenas um tributo

Perdido numa enseada

Pois não soube ser astuto

Ao ver-se na encruzilhada

 

Seguindo a pior opção

Esgotou sua capacidade

Viu seu ego assaltado

 

Envolto num turbilhão

Vida adquiriu velocidade

E o ser foi ultrapassado.

publicado por poetazarolho às 22:56 | link do post