Transformação

Transformação.jpg

“Tanto assim, fugir à norma...”

Das mudanças infinitas

Que neste mundo transforma

Coisas belas em bonitas

 

Por isso na minha forma

Fico pelas coisas catitas

Que o meu ser pede reforma

E eu sei que não acreditas

 

Neste mundo em fusão

Onde permaneço sentado

Sem tomar uma decisão

 

Mas eu estou transformado

Profunda a transformação

Sou um ser em qualquer lado.

publicado por poetazarolho às 17:36 | link do post