Tsiprei

Tsiprei.jpg

Matei a austeridade

Que toldava a razão

Recuperei a felicidade

Adormecida no coração

 

Parece simples a receita

Agora que está em pé

Foi Colombo à espreita

Que me ensinou como é

 

Grego nunca me senti

Na europeia trapalhada

Sinto-me agora universal

 

E só assim readquiri

Alma nova p’rá jornada

Nesta luta desigual.

publicado por poetazarolho às 21:46 | link do post | comentar