Virtualmente

 

O dinhero é virtuali
Nesta enorme cansera
Mas o buraco é reali
Mesmo qu'a gente nã quera

E o cagaço é fatali
Levando à bandalhera
Do momento actuali,
Explico doutra maneira

Tudo vale para ter
Apenas mais um milhão
Nem que seja virtualmente

O que está a acontecer
Faz parte duma situação
Com a realidade ausente.

publicado por poetazarolho às 21:26 | link do post | comentar