Vós Sabeis

Vós sabeis.jpg

É Natal e vós sabeis

O menino há-de nascer

E para guiar os reis

A estrela há-de aparecer

 

Trinta e três anos volvidos

Um outro rei surgirá

A ninguém dará ouvidos

E o menino matará

 

Toda a voz dissonante

Tende a ser distorcida

Desde tempo ancestral

 

De todas a mais importante

Foi prova de amor e vida

E vós sabeis é Natal.

publicado por poetazarolho às 17:32 | link do post | comentar