Zé sai de fininho

Zé sai de fininho.jpg

Realidade são os pés

Conduzem o caminhar

Tu és cego se não vês

Onde te querem levar

 

Anda tudo a pontapé

Ao murro e à canelada

Saco de pancada é o Zé

Mesmo sem culpa de nada

 

Mas que triste situação

Invadiu nossa existência

Mete os pés ao caminho

 

Abraçaste a revolução

Símbolo da resistência

Não resistes Zé Povinho.

publicado por poetazarolho às 23:07 | link do post | comentar